quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Réu confesso



Dias depois da desastrosa atuação do árbitro Arílson Bispo da Anunciação no empate em 3 a 3 entre Corínthians e Botafogo, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva promete cometer mais um remendo judicial, na tentativa de desviar o foco dos erros de arbitragem. Foi divulgado hoje que o atacante André Lima pode ficar suspenso de uma a 10 partidas. O motivo: confessar que teria feito seu gol contra o alvinegro paulista com a mão.

Para o STJD, a atitude de André fere o artigo 258, por ele "assumir atitude contrária à disciplina ou à moral desportiva, em relação a componente de sua representação, representação adversária ou de espectador". Em outras palavras, pior do que os erros de juiz e bandeirinha, foi o fato de André Lima evidenciar a incompetência de ambos, ao não enxergarem sua mão desviando para o fundo da rede corintiana.

Pobre futebol brasileiro, que premia os jogadores que cometem irregularidades e preferem se esconder na omissão. O Botafogo, time que luta para escapar da Série B em 2010, vai ser punido somente porque seu jogador ousou mostrar o óbvio: a arbitragem nacional é cercada de patifes que sopram apito.

Pior para André Lima, pior para o Botafogo, pior ainda para o futebol nacional. Afinal, o árbitro pode ter sido afastado de jogos da Série A, mas as outras divisões ainda ficarão reféns dos deslizes dos muitos Arílsons que estão por aí com autoridade para apitar uma partida.

*****

BOLA PRO MATO

Por falar em arbitragem, um juiz recentemente afastado de apitar jogos da Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro mostrou ontem que suas limitações não têm divisão. O paranaense Héber Roberto Lopes teve uma arbitragem desastrosa na partida entre Brasiliense e Vasco. Na Boca do Jacaré, o time do Distrito Federal distribuiu botinadas (em especial no meia Carlos Alberto) e somente três cartões amarelos foram distribuídos - todos para o Brasiliense. O ápice de Héber veio num lance em que o meia Alex Teixeira ficaria na cara do gol, mas ele acabou parando a jogada para marcar uma falta... a favor do próprio Vasco. Ele provavelmente faltou à aula que explicava a "lei da vantagem".

Um comentário:

Leonardo Resende disse...

É realmente lamentável que punam o André Lima.

Vai pegar 10 jogos apenas pq confessou aquilo que todo mundo viu, menos o juiz?

Ele cometeu a infração e devia ter sido punido na hora, pelo juiz, e não agora, só pq confessou.

Se ele mentisse na cara lavada dizendo que foi gol de cabeça estaria tudo normal?

Ah, faça me o favor. Que vergonha...

Visite também o Rio Futebol, se puder!
Grande abraço,

Leonardo Resende
Rio Futebol
http://riofutebol.blogspot.com
adm.riofutebol@gmail.com